sábado, 16 de agosto de 2008

A Pêra Assassina

No Way


Pêra
Volte para a fruteira
Antes que eu te coma
E vire um pinico
Feito de amendoim


Quando vi aquela pêra
Passeando no parque barigui
Me sentia um chocolate
Feito de xixi
Parecia
Que as minhas fezes
Estavam cada vez
Mais fedidas

Pêra
Volte para a fruteira
Antes que eu te coma
E vire um pinico
Feito de amendoim



Aquela pêra não
Da minha cabeça
Ela parece um abacate
De gergelim
Toda vez q eu lembro dela
Fico ansioso
Pra comer cachorro quente
Com orégano

Pêra
Volte pra fruteira
Antes que eu te coma
E vire uma abóbora
Sem dentes de bunda

Pêra, pêra, você é assassina, você me domina.



Pêra, você é assassina.
Pêra... Nunca se esqueça...
Que brócolis não é couve flor



cara, juro que depois dessa música vou começar a compor.

banana, saia da mariana
porque eu quero cagar
senao sair
eu vou te matar!

se eu te matar
voce vai morrer
e suplicar
por um ET!

me chupa banana malvada
me lambe
e me chama de mafalda!


tenho a manha pra carai!

6 comentários:

Iuri Andrade disse...

Meu Deus, o que você anda comendo, Bruna?

Túlio disse...

eu tenho pênis

LeoBittencourt disse...

q bosta!

Johnatha disse...

Poste mais Bruna D:

LeoBittencourt disse...

Até hoje vc tá sem pênis. Eu tenho uns 4 aqui, se vc quiser eu te vendo um. Bjo, emo!

Anônimo disse...

vey, pelo menos tem uma rima rica nos seus versos..
parabéns !
rosana/